Webmarketing

200 Ferramentas Top para Marketing Digital

Neste artigo são apresentadas 200 ferramentas recomendadas para Marketing Digital.

Google faz a seleção dos mais populares no Mundial

A Google divulgou a sua seleção dos melhores jogadores do Mundial 2014, até à primeira frase. A escolha dos atletas leva em consideração o ranking dos mais proc...

Marketing Digital quer especialistas

É uma das áreas emergentes e precisa de profissionais especializados. Um estudo do IPAM – The Marketing School, revela que a área do Marketing Digital está em c...

10 dicas para ser mestre de pesquisa no Google

Nem todos os utilizadores sabem como aproveitar o motor de busca da Google em pleno. Há pequenos detalhes que podem tornar a pesquisa mais eficaz e ferramentas ...

Página da NOS no Facebook: falta de ética ou polémica exagerada?

A marca que sucedeu à Zon Optimus viu-se envolvida numa nova vaga de acusações, desta vez por ter transferido de forma automática os Gostos das páginas das anti...
Page:   of 23 

 

PWM is a Hootsuite Partner

Hootsuite Solution Partner

A usabilidade tem influência nos rankings?

Por Carlos Ascensão 

Já todos sabemos que o sucesso dos motores de busca está iminentemente ligado com a qualidade dos resultados que apresenta aos utilizadores. E a qualidade dos resultados não pode ser indissociável da qualidade dos sites apresentados, pois, em última instância, é isso que o utilizador quer.

A usabilidade tem influência nos rankings? 

Ora, a navegabilidade dum site é um dos factores mais determinantes do seu nível de qualidade.

Um pedido de registo de patente entregue pela Yahoo no US PATENT & TRADEMARK OFFICE indica que os motores de busca podem reparar no webdesign dum site. O documento inclui uma longa lista de factores que os motores de busca podem considerar para determinar a navegabilidade de uma página web.

Por que razão a usabilidade pode ser importante para os motores de busca?

O pedido de patente contém um curto parágrafo que explica que os motores de busca podem considerar a navegabilidade de páginas web:

"Pode ser importante tornar as páginas web fáceis e agradáveis de usar, particularmente importante para páginas web que se deseje rentabilizar. [...].

Se essas páginas não são agradáveis e fáceis de usar, a potencialidade económica dessas páginas pode ser comprometida. Uma indicação convencional para saber se uma página web é fácil e agradável de usar designa-se "confusão". “

As páginas web com uma boa navegabilidade normalmente têm uma maior taxa de conversão do que páginas confusas. Páginas web com uma boa navegabilidade muitas vezes têm uma qualidade superior a outras páginas web e os motores de busca tentam apresentar páginas web de alta qualidade nos seus resultados de pesquisa.

Que factores podem os motores de busca analisar para determinar a confusão das páginas?

Os pedidos de patente do Yahoo prevêem uma lista de 51 elementos de página web que podem ser analisados para determinar a confusão de uma página web:

1.   Número total de ligações
2.   Número total de palavras
3.   Número total de imagens não publicitárias
4.   Área da imagem acima da folha não publicitárias
5.   Dimensões da página
6.   Área da página (total)
7.   Comprimento da página
8.   Número total de tabelas
9.   Máximo de colunas na tabela (por tabela)
10. Máximo de linhas na tabela (por tabela)
11. Total de linhas
12. Total de colunas
13. Total de células
14. Média de preenchimento na célula (por tabela)
15. Média de espaçamento na célula (por tabela)
16. Dimensões da folha
17. Área da folha
18. Localização do centro da folha relativa ao centro da página
19. Número total do tamanho das fontes utilizadas para ligações
20. Número total do tamanho das fontes utilizadas para os cabeçalhos
21. Número total do tamanho das fontes utilizadas para o corpo do texto
22. Número total do tamanho das fontes
23. Presença de texto "pequeno"
24. Número total de cores (excluindo anúncios)
25. Alinhamento dos elementos da página
26. Luminosidade média da página
27. Largura fixa vs relativa da página
28. Peso da página (proxy para tempo de carregamento)
29. Número total de anúncios
30. Área total de anúncios
31. Área de anúncios individuais
32. Área de maior anúncio acima da folha
33. Maior área de anúncio
34. Área total de anúncios acima da folha
35. Espaço de página destinado a anúncios
36. Número total de anúncios externos acima da folha
37. Número total de anúncios externos abaixo da folha
38. Número total de anúncios externos
39. Número total de anúncios internos acima da folha
40. Número total de anúncios internos abaixo da dobra
41. Número total de anúncios internos
42. Número de links patrocinados de anúncios acima da folha
43. Número de links patrocinados de anúncios abaixo da folha
44. Número total de links patrocinados de anúncios
45. Número de anúncios gráficos acima da folha
46. Número de anúncios gráficos abaixo da folha
47. Número total de anúncios gráficos
48. Número de anúncios de texto acima da folha
49. Número de anúncios de texto abaixo da folha
50. Número total de anúncios de texto
51. Posição dos anúncios na página

De acordo com o pedido de patente, a Yahoo poderia considerar também a presença de anúncios animados e a média de luminosidade de anúncios.

Que conclusões é que podemos retirar disto?

A boa navegabilidade dum site pode melhorar significativamente a sua taxa de conversão. Se este recebe muitos visitantes, mas só um pequeno número de vendas, então pode ser que as suas páginas estejam muito confusas e que tenha de melhorar o seu design.

A Google tem um pedido de patente semelhante com o nome de "Detectar e rejeitar documentos aborrecidos" pelo que parece não haver dúvidas que um bom design pode ter algum peso nos rankings no motor de busca.

A usabilidade tem influência nos rankings?

Autor Carlos Ascensão