Webmarketing

200 Ferramentas Top para Marketing Digital

Neste artigo são apresentadas 200 ferramentas recomendadas para Marketing Digital.

Google faz a seleção dos mais populares no Mundial

A Google divulgou a sua seleção dos melhores jogadores do Mundial 2014, até à primeira frase. A escolha dos atletas leva em consideração o ranking dos mais proc...

Marketing Digital quer especialistas

É uma das áreas emergentes e precisa de profissionais especializados. Um estudo do IPAM – The Marketing School, revela que a área do Marketing Digital está em c...

10 dicas para ser mestre de pesquisa no Google

Nem todos os utilizadores sabem como aproveitar o motor de busca da Google em pleno. Há pequenos detalhes que podem tornar a pesquisa mais eficaz e ferramentas ...

Página da NOS no Facebook: falta de ética ou polémica exagerada?

A marca que sucedeu à Zon Optimus viu-se envolvida numa nova vaga de acusações, desta vez por ter transferido de forma automática os Gostos das páginas das anti...
Page:   of 23 

Saber mais sobre o Workshop SEO

3º Digital Drink Porto

7º Digital Drink Lisboa

PWM is a Hootsuite Partner

Hootsuite Solution Partner

Diretrizes do webmaster

Por Carlos Ascensão


Este artigo transcreve as recomendações do Google dirigidas aos Webmasters.
Pela sua importância decidimos inseri-lo nas nossas páginas, cabendo-nos sublinhar que não temos qualquer crédito na sua autoria. Apenas reinvindicamos a autoria dos sublinhados para facilitar a leitura.

Diretrizes do webmaster
Se se está a iniciar em SEO você não pode perder (MESMO!) este texto, que considero o Santo Graal do Webmarketing...
Se é um SEO "encartado", então, provavelmente, já conhece estas directrizes.

Siga estas diretrizes para ajudar o Google a encontrar, indexar e classificar o seu site. Mesmo que você decida não implementar as sugestões, recomendamos que preste atenção às "Diretrizes de qualidade", que destacam algumas práticas ilícitas que podem levar à remoção do seu site do índice do Google. Depois que um site é removido, ele não aparece mais nos resultados em Google.com ou em quaisquer sites parceiros do Google.

 

Quando o site estiver pronto:

Faça com que outros sites importantes tenham links para seu site.

Envie-o para o Google em
http://www.google.com/addurl.html.

Envie um Sitemap como parte de nossasferramentas do Google para webmasters. O Google Sitemaps usa o mapa do site para obter informações sobre sua estrutura e para aumentar nossa cobertura em relação às suas páginas.
Certifique-se de que todos os sites que devem saber sobre suas páginas estão cientes de que seu site está on-line.
Envie seu site para diretórios relevantes, como o Open Directory Project e o Yahoo!, além de outros sites especializados em setores específicos.


Diretrizes de conteúdo e design

Construa um site com uma hierarquia clara e links de texto. Cada página deve ser acessada de pelo menos um link de texto estático.
Mostre aos usuários um mapa do site que relacione o tópico às partes importantes do seu site. Se o mapa do site tiver mais de 100 links, pode ser aconselhável dividir o mapa em páginas separadas.
Crie um site útil, com muitas informações e páginas que descrevam de forma clara e precisa o seu conteúdo.
Pense nas palavras que os usuários digitariam para encontrar as páginas e verifique se elas aparecem no seu site.
Tente usar texto, em vez de imagens, para exibir nomes, conteúdo ou links importantes. O crawler do Google não reconhece texto contido em imagens.
Verifique se as tags TITLE e ALT são descritivas e precisas.
Verifique se há links quebrados e corrija o HTML.
Se você decidir usar páginas dinâmicas (aquelas em que o URL contém um caractere "?"), saiba que nem todo spider do mecanismo de pesquisa rastreia as páginas dinâmicas tão bem quanto as estáticas. É aconselhável que os parâmetros sejam poucos e curtos.
Utilize um número razoável de links por página (menos de 100).

Diretrizes técnicas

Examine seu site com um navegador de texto (por exemplo, o Lynx) porque a maioria dos spiders do mecanismo de pesquisa vê seu site da mesma forma que o Lynx veria. Se recursos especiais como JavaScript, cookies, IDs de sessão, frames, DHTML ou Flash não permitirem que você veja todo o site em um navegador de texto, os spiders do mecanismo de pesquisa poderão ter dificuldade em rastrear seu site.
Deixe que os bots de pesquisa rastreiem o site sem que IDs de sessão ou argumentos acompanhem suas trajetórias no site. Essas técnicas são úteis para monitorar um determinado comportamento do usuário, mas o padrão de acesso dos bots é completamente diferente. Se você usar essas técnicas, a indexação do site poderá ser incompleta, já que os bots talvez não consigam eliminar os URLs que têm aspecto diferente, mas que apontam para a mesma página.
Certifique-se de que seu servidor da web suporta o cabeçalho If-Modified-Since HTTP. Esse recurso permite que seu servidor da web informe ao Google se houve alteração no conteúdo desde o último rastreamento do site. A utilização desse recurso lhe permite economizar a transmissão de informações e despesas gerais.
Use o arquivo robots.txt no seu servidor da web. Esse arquivo informa aos crawlers os diretórios que podem ou não ser rastreados. Certifique-se de que ele esteja disponível no site para que você não bloqueie acidentalmente o crawler do Googlebot. Visite
http://www.robotstxt.org/wc/faq.html para saber como instruir os robôs quando visitarem o site. Você pode testar o nosso arquivo robots.txt para ter certeza de que está utilizando-o de maneira correta com a ferramenta de análise do robots.txt, disponível no Google Sitemaps.
Se sua empresa comprar um sistema de gerenciamento de conteúdo, verifique se ele permite exportar o conteúdo para que os spiders do mecanismo de pesquisa consigam rastrear o site.

Diretrizes de qualidade

As presentes diretrizes de qualidade tratam das formas mais comuns de comportamento fraudulento ou manipulador, mas o Google pode responder de forma negativa a outras práticas enganosas que não estejam listadas aqui (por exemplo, registrar sites com nomes semelhantes aos de sites conhecidos, mas que diferem por um erro de ortografia). O fato de que uma determinada técnica fraudulenta não conste nesta página não significa que ela seja aprovada pelo Google. Os webmasters que se esforçam para manter o espírito dos princípios básicos certamente proporcionarão uma melhor experiência os usuários e, conseqüentemente, obterão melhores classificações que aqueles que passam o tempo à procura de brechas nos programas.

Se você considerar que um site está violando as diretrizes de qualidade do Google, envie um Relatório de Spam em http://www.google.com/contact/spamreport.html. O Google prefere resolver os problemas de forma automatizada e em larga escala, por isso tentamos evitar conflitos pessoais em relação a spams. Os relatórios de spam que recebemos são usados para criar algoritmos de larga escala para reconhecer e bloquear as futuras tentativas de spam.

Diretrizes de qualidade - princípios básicos

Crie as páginas pensando nos usuários, e não nos mecanismos de pesquisa. Não engane os seus usuários nem apresente aos mecanismos de pesquisa um conteúdo diferente daquele que você exibe aos usuários, o que normalmente é chamado de "cloaking" (camuflagem do conteúdo real da página).
Evite o uso de truques que visem melhorar a classificação nos mecanismos de pesquisa. Um questionamento importante é: você se sentiria à vontade se tivesse que explicar para um site concorrente aquilo que você fez? Outro teste útil é perguntar a si mesmo: "Isso vai ajudar os meus usuários? Eu faria isso se os mecanismos de pesquisa não existissem?"
Não participe de esquemas em que os links são usados para aumentar a classificação do seu site ou das páginas com o PageRank. Principalmente, evite links para autores de spam ou para "más vizinhanças" na Web, já que estes tipos de links podem prejudicar a classificação do seu site.
Não use programas não-autorizados para enviar páginas, verificar classificações, etc. Tais programas consomem recursos de computação e violam os nossos Termos de serviço. O Google não recomenda a utilização de produtos como WebPosition Gold™, que enviam consultas automáticas ou programadas ao Google.

Diretrizes de qualidade - diretrizes específicas

Evite usar texto ou links ocultos.
Não utilize técnicas de cloaking (camuflagem do conteúdo real da página) nem faça redirecionamentos não-autorizados.
Não envie consultas automáticas ao Google.
Não carregue páginas com palavras irrelevantes.
Não crie múltiplas páginas, subdomínios ou domínios com conteúdo muito duplicado.
Não crie páginas que instalem vírus, cavalos de tróia ou outro badware.
Evite usar páginas "de entrada", criadas apenas em função dos mecanismos de pesquisa, e outras técnicas "pré-fabricadas", como programas de afiliação, que têm pouco ou nenhum conteúdo original.
Se o seu site participa de um programa de afiliação, certifique-se de que ele agrega valor. Forneça um conteúdo único e relevante, que dê aos usuários um motivo para visitar o seu site primeiro.

Se um site não cumpre as diretrizes de qualidade, ele pode ser bloqueado do índice. Se concluir que seu site não cumpre essas diretrizes, você pode modificá-lo para que ele cumpra as diretrizes e, em seguida, solicitar a reinclusão.

 

 

Poderá ainda ter interesse em:

O que é o SEO?

O Princípio 80/20 em SEO

Como funciona um motor de busca?

Keywords – como escolher as melhores palavras-chave?

Fonte: Google

Autor Carlos Ascensão