Webmarketing

200 Ferramentas Top para Marketing Digital

Neste artigo são apresentadas 200 ferramentas recomendadas para Marketing Digital.

Google faz a seleção dos mais populares no Mundial

A Google divulgou a sua seleção dos melhores jogadores do Mundial 2014, até à primeira frase. A escolha dos atletas leva em consideração o ranking dos mais proc...

Marketing Digital quer especialistas

É uma das áreas emergentes e precisa de profissionais especializados. Um estudo do IPAM – The Marketing School, revela que a área do Marketing Digital está em c...

10 dicas para ser mestre de pesquisa no Google

Nem todos os utilizadores sabem como aproveitar o motor de busca da Google em pleno. Há pequenos detalhes que podem tornar a pesquisa mais eficaz e ferramentas ...

Página da NOS no Facebook: falta de ética ou polémica exagerada?

A marca que sucedeu à Zon Optimus viu-se envolvida numa nova vaga de acusações, desta vez por ter transferido de forma automática os Gostos das páginas das anti...
Page:   of 23 

Saber mais sobre o Workshop SEO

3º Digital Drink Porto

7º Digital Drink Lisboa

PWM is a Hootsuite Partner

Hootsuite Solution Partner

Ter muitos links para o seu site não é necessariamente bom

Por Carlos Ascensão 

O Google destacou-se dos outros motores de busca porque foi inovador no modo como organizou as suas páginas de resultados. Em princípio, as páginas melhores classificadas eram aquelas que tinham mais links externos a apontar para si. Não importava de onde vinham esses links, desde que houvesse muitos links que apontassem para o seu site.

Ter muitos links para o seu site não é necessariamente bom 

Tal como os sites discutem entre si um bom ranking nos motores de busca, também estes discutem entre si uma boa “search share” (quota de busca).

Para isso é crucial melhorar continuamente a forma de classificar as páginas catalogadas. E o Google tem sido exímio nessa tarefa, dominando largamente o negócio mundial da busca.

Um dos melhoramentos que introduziu no seu algoritmo foi a detecção de esquemas de troca ou compra e venda de links, como forma de subir artificialmente nos rankings.

Ligações artificiais podem ser prejudiciais para o seu ranking do Google

No Blog Oficial do Google são emitidas declarações constantes alertando que esses esquemas de manipulação dos resultados dos motores de busca violam as directrizes do Google, reservando-se assim ao direito de eliminar os respectivos sites dos seus directórios.

Alguns serviços on-line prometem centenas de links num curto espaço de tempo sem grande trabalho. Tudo o que tem a fazer é colocar algum código no seu site ou aderir a um sistema que o ajudará a obter links de outros sites de forma rápida e fácil.

O engenheiro responsável pela equipa anti-webspam do Google chama-se Matt Cutts e revelou numa entrevista a John Battelle que o Google considera os links pagos spam. Se não quiser perder o seu ranking no Google, deve ter muito cuidado na compra de links.

Links naturais têm um efeito positivo sobre os rankings do Google

Links naturais são links que fazem sentido aos visitantes do seu site. Por exemplo, se tem um site sobre Vinho do Porto, e um link proveniente dum site de colecção de selos isso não é considerado um link NATURAL.

Os links que apontam para o seu site devem ser tendencialmente de sites relacionados e de fontes que "naturalmente" linkam para si, ou seja, directórios de Internet, social bookmarking, blogues, etc. Quanto mais sites relacionados linkam para o seu site, mais o seu site irá obter maiores rankings na página de resultados do Google.

Como obter os melhores links para o seu site

Seguem cinco conselhos para obter o maior número possível de bons links para o seu site.

1. Crie um site com links fiáveis

Se o seu site é apenas uma colecção de links afiliados, então não pode esperar que outros webmasters linkem ao seu site. Crie um site com bom conteúdo. Pode também considerar a criação de páginas web cujo único objectivo é obter links externos. Poderão ser artigos "Como fazer", listas top 10, ou mesmo uma declaração polémica.

Quanto mais interessantes forem as suas páginas, mais fácil será obter links de outros sites.

2. Contacte sites relacionados e blogues

Contacte sites relacionados e aponte-os para o conteúdo interessante no seu site. Tem um artigo no seu site que resolve um problema específico abordado noutros sites? Contacte-ose fale-lhes sobre o seu artigo. Provavelmente esses sites irão linkar ao seu site.

3. Submeta o seu site a directórios de Internet relacionados

Os directórios de internet são uma forma fácil de obter links externos. No entanto, submeta o seu site só em directórios que sejam relevantes para o seu site e submeta-o apenas na categoria relacionada.

Um link proveniente dum directório correcto e da categoria correcta para o seu site pode ter um impacto positivo sobre os rankings do Google.

4. Facilite a adição do seu site a serviços de bookmarks

Adicione um link de Social Bookmark ao seu site de moda a que seja fácil para os seus visitantes adicionarem-no aos favoritos.

5. Obtenha links para diversas páginas do seu site e varie os textos dos seus links

A maioria dos links vão para a homepage de um site. Geralmente ajuda ter links directos para a página que se quer promover nos motores de busca. Os sites que linkam para o seu site devem usar diferentes textos relacionados para linkar para o seu site. Se todas as páginas web usarem exactamente o mesmo texto para linkar ao seu site, isto irá parecer artificial.

Ter o tipo certo de backlinks é muito importante se quiser obter rankings elevados no Google e outros motores de busca. Em primeiro lugar, crie páginas interessantes e com links fiáveis e optimize o conteúdo dessas páginas para os motores de busca.

Certifique-se de que as suas páginas são fáceis de utilizar e interessantes. Se obtiver o tipo certo de links para o seu site, o seu ranking aumentará.

Autor Carlos Ascensão


Newsletter


Colunistas